Saiba como os alunos da Hipérion criaram seus personagens e cenas para a 25a Mostra Teatral

No teatro, é preciso ter muito jogo de cintura, improviso e criatividade. Foi tudo isso que nossos atores e atrizes em formação mostraram de sobra na 25a Mostra Teatral Hipérion, realizada em julho.

Na ocasião, os jovens do primeiro semestre de 2018 do Curso de Formação de Atores encenaram, diante de um auditório lotado, as peças Caleidoscópio: Fragmentos de Duas Histórias e Uma Vida para Contar.

Eles se dedicaram com afinco para transformar em realidade as ideias surgidas ao longo dos meses de estudo e dar vida a cenas e personagens originais.

“Os alunos criaram personagens ao longo do semestre, e a partir daí escolhemos aqueles de que mais gostamos. Depois, os jovens elaboraram diversas cenas”, conta Edson Aranha, professor da Hipérion e diretor de ambas as peças.

Tais cenas foram, por fim, organizadas por Aranha em torno das duas peças. “Foi um processo de determinação de todos, cujo resultado foi muito satisfatório. Os alunos foram ótimos”, avalia Aranha.

De criança para criança: atores mirins da Hipérion encenam peças infantis

Os atores e atrizes mirins da Hipérion são movidos a desafios e vivenciam constantemente na escola uma das experiências mais emocionantes das artes cênicas: se apresentar diante de um auditório lotado.
Assim foi com os garotos e garotas que encenaram as peças O Segredo da Arca de Trancoso (Luiz Felipe Botelho) e Como se Fora Brincadeira de Roda (Robson Teles), na ocasião da 25a Mostra Teatral Hipérion, realizada em julho.
No evento, os jovens venceram o frio na barriga e mostraram seu talento e paixão pelo teatro, em uma das raras ocasiões em que os dois textos da dramaturgia infantil foram montados por atores mirins. Frequentemente, são atores adultos que encenam peças para crianças.

 

25a Mostra Teatral Hipérion oferece oito dias de espetáculos variados

Guarde um espaço na sua agenda para a cultura. Entre 3 e 14 de julho, acontece a 25a Mostra Teatral Hipérion, que traz produções teatrais realizadas e encenadas pelos atores e atrizes em formação de nossa escola. 

A mostra foi criada em 2002 e, desde então, tornou-se tradicional evento para incentivar a experiência prática dos alunos da Hipérion e promover a cultura.

Na atual edição, são sete espetáculos em cartaz: Vivendo e Aprendendo a Jogar (Nelson Rodrigues e Caio Fernando Abreu); O Segredo da Arca de Trancoso (Luiz Felipe Botelho); Como se Fora Brincadeira de Roda (Robson Teles); Caleidoscópio: Fragmentos de Duas Histórias (Edson Aranha e turma); Veríssimo, Todas as Comédias (Luiz Fernando Veríssimo); Pequenos Burgueses (Máximo Gorki); e Uma Vida para Contar (Edson Aranha e turma).

Alunos do curso de cinema descobrem set do longa-metragem ‘Foi no Carnaval que passou’   

Como funciona um set de filmagem? Quem faz o quê em um filme? Como as cenas são gravadas? Você que é amante de cinema certamente já se fez essa pergunta. Afinal, por trás de toda produção cinematográfica, sempre tem um enorme trabalho de equipe. Quem está de fora geralmente desconhece esse aspecto.  

Para conhecer esses bastidores de um filme, os alunos da Hipérion participaram, no último dia 8 de abril, das gravações do longa-metragem “Foi no Carnaval que passou”, dirigido pelo professor Leo Leite.

Eles atuaram como assistentes de produção e como figurantes nas filmagens do longa, que, produzido de forma independente, narra três histórias que acontecem durante o carnaval de Recife e Olinda.

 

‘Apartamento 01’ retoma clássicos do dramaturgo Tennessee Williams

Interpretar clássicos da dramaturgia é um desafio e tanto. É para poucos. É para os alunos do 4º período do Curso de Formação de Atores da Hipérion Escola de Artes. Eles atuaram na peça “Apartamento 01”, que retoma não apenas uma, mas duas obras-primas do renomado dramaturgo norte-americano Tennessee Williams.

A obra dos alunos retoma dois trabalhos mundialmente conhecidos de Tennessee: “Um Bonde Chamado Desejo” (1947) e “À Margem da Vida” (1944).

Dois clássicos em uma obra só

Esses dois clássicos foram reunidos em “Apartamento 01”, que têm como cenário um apartamento minúsculo.

Av Norte, 2608 Sala 4 , Encruzilhada , Recife-PE | Cep: 52041-080