Tá faltando motivação? Conheça 4 alunas que vencem barreiras para estudar teatro na Hipérion

Alery Stephanye, Laís Assunção, Beatriz Mayana e Bárbara Estefanski são diferentes de inúmeras formas, mas em três aspectos o destino resolveu uni-las: não moram em Recife, querem tornar-se atrizes de sucesso e vencem barreiras geográficas para realizar seus sonhos.

Uma vez por semana, as atrizes em formação acordam cedo, fazem muitas horas de viagem e têm gastos pesados com transporte. Tudo para assistir às aulas na Hipérion. Tudo pelo sonho. Definitivamente, “desistir” não faz parte do vocabulário dessas jovens.

Alery Stephanye, Laís Assunção, Beatriz Mayana e Bárbara Estefanski. Conheça as histórias de quatro alunas da Hipérion que vivem no interior de Pernambuco e se empenham como poucos para dar vida a seus objetivos no teatro.

Saiba como os alunos da Hipérion criaram seus personagens e cenas para a 25a Mostra Teatral

No teatro, é preciso ter muito jogo de cintura, improviso e criatividade. Foi tudo isso que nossos atores e atrizes em formação mostraram de sobra na 25a Mostra Teatral Hipérion, realizada em julho.

Na ocasião, os jovens do primeiro semestre de 2018 do Curso de Formação de Atores encenaram, diante de um auditório lotado, as peças Caleidoscópio: Fragmentos de Duas Histórias e Uma Vida para Contar.

Eles se dedicaram com afinco para transformar em realidade as ideias surgidas ao longo dos meses de estudo e dar vida a cenas e personagens originais.

“Os alunos criaram personagens ao longo do semestre, e a partir daí escolhemos aqueles de que mais gostamos. Depois, os jovens elaboraram diversas cenas”, conta Edson Aranha, professor da Hipérion e diretor de ambas as peças.

Tais cenas foram, por fim, organizadas por Aranha em torno das duas peças. “Foi um processo de determinação de todos, cujo resultado foi muito satisfatório. Os alunos foram ótimos”, avalia Aranha.

Com o Experimentart, alunos da Hipérion aprendem a atuar nas diversas esferas da produção teatral

Estudar teatro na Hipérion não é apenas enfiar a cara nos livros nem assistir a horas de aulas. Mais que isso, é mergulhar em um aprendizado prático que permite conhecer as diversas funções envolvidas em um espetáculo teatral.

Para fazer os alunos colocarem ‘a mão na massa’, a Hipérion lançou a terceira edição do Experimentart em 31 de março, em workshop conduzido pela atriz e professora Anamaria Sobral Costa.

O projeto, concebido em 2017, estimula os alunos a desenvolver a criatividade e permite que eles vivenciem na prática as diversas áreas de atuação do teatro.

Para essa terceira edição do projeto, eles dividiram-se em seis grupos (seis alunos em cada, em média), cada um dos quais deverá realizar esquetes teatrais totalmente autorais.

Av Norte, 2608 Sala 4 , Encruzilhada , Recife-PE | Cep: 52041-080