Equipe de Professores

Equipe de Professores.

Curso de Formação de Atores para Teatro, Cinema e TV

EdsonEdson Aranha

Ator, professor e diretor, formado pelo Instituto de Artes e Ciências – INDAC (SP). Trabalhou com inúmeros grupos de teatro da cena paulistana tendo atuado em dezoito peças, entre eles destaque para o trabalho realizado em 2009 e 2010 com o grupo Folias’dart , nos espetáculos Medida por Medida, de Shakespare e Querô – Uma Reportagem Maldita, de Plínio Marcos, peça indicada a dois prêmios Shell. Ator ganhador do prêmio de melhor ator no Festival de Cinema e Vídeo de Santa Cruz das Palmeiras (SP), com o curta “Implacável”(2007). Atua como professor de direção e interpretação desde 2006, já tendo montado mais de vinte peças neste período. Possui conhecimento em técnicas contemporâneas de atuação e preparação física, tais como, ator narrador, Action, Bioenergética e Máscaras.

 


Jorge de  Paula

 Jorge de Paula

Ator, encenador e arte-educador. Licenciado em Educação Artística/Artes Cênicas, pela Universidade Federal de Pernambuco. Há 07 anos exerce a arte-educação, tendo trabalhado em instituições referências como o Colégio Mater Christi, o Centro SUVAG de Pernambuco, Colégio Ethos e Colégio Marista São Luís. É artista independente com foco no desenvolvimento de habilidades como intérprete em produções teatrais e cinematográficas. Trabalhou com importantes encenadores da cidade de Recife, tais como: Marco Camarotti, João Denys, Marcondes Lima, tendo recebido vários prêmios como ator e encenador.

 

 


Foto

Bira Honorato

Atuou e fez a preparação corporal em “Fim de partida”, direção de Cesar Ribeiro para texto de Samuel Beckett; “Fodorovska”, “Desconstrução” e “Sinfonia patética”, escritas e dirigidas por Cesar Ribeiro, onde trabalhou com Viewpoints e Suzuki Training como base. Foi assistente de direção de Mauricio Marques na peça “Dramática”. Atuou, dentre outras, nas peças “Sonho de uma noite de verão”, direção de Mauricio Marques para texto de William Shakespeare, “Peer Gynt”, direção de Francisco de Assis para texto de Ibsen, e “Arlequim, servidor de dois amos”, direção de Inês Aranha. Fez a preparação corporal da peça “A mancha roxa”, direção de Alexandra da Matta para texto de Plínio Marcos. Recebeu o prêmio de Melhor Ator no Festival de Teatro de Campo Mourão (“Sessenta minutos para o fim”/2012, dividido com Paulo Campos).

 


diana giraldo 2

Diana Marcela Giraldo

Atriz, Realizadora Audiovisual e Arte Educadora, de nacionalidade Colombiana, radicada em Recife há mais de um ano. Artista versátil, que incentiva a experimentação, realização e produção de novos formatos teatrais e audiovisuais. Estudou Realização e Direção de Cinema na Universidade Politécnico Grancolombiano na cidade de Bogotá e terminou os estudos na Universidade do Pacífico, no Chile. Trabalhou como Documentarista de natureza, Direção de Arte e styling em produções de TV, publicidade e Fotografia. Como Realizadora Audiovisual também fez o desenho de Arte e Visuais, para várias peças teatrais. Paralelamente a isso ganhou uma bolsa de estudos na escola CREA na cidade de Bogotá, para estudar interpretação para Teatro, Cinema e TV, além de uma série de estudos e treinamentos como atriz com diferentes métodos (Stanislavski, Suzuki, Viewpoints, Grotowski, entre outros). Como atriz, protagonizou o longa metragem Colombiano “Uma Mujer”, filme ganhador de vários prêmios e menções em festivais internacionais de cinema, e curtas como “Surfing Chapinero”, “Acerca do Nada” (em Recife), além de várias peças Teatrais, TV e Séries Web.


11006023_619722394825450_1822195238_n

 Leila Freitas                             

Fonoaudióloga com título de especialista em Voz pela Universidade Federal de     Pernambuco (UFPE). Professora de Técnica Vocal dos cursos de formação de ator da UFPE, Fundaj, Sesc, Hipérion e, atualmente, Curso de Interpretação de Teatro (CIT) do Sesc de Piedade. Já atuou como instrutora de Expressão Vocal no Circuito Pernambucano de Artes Cênicas da Fundarpe (22 cidades de interior do estado de Pernambuco); e como instrutora de voz no Projeto Cultural Curso de Formação Teatral (Funcultura). Atuação como preparadora vocal de cantores, políticos e professores da rede privada e pública, dentre outros profissionais da voz. Fonoaudióloga responsável pelo projeto Fonoaudiologia Empresarial da Transportadora Rapidão Cometa, em Recife e São Paulo. Instrutora de Expressão Vocal dos arte-educadores (palhacinhos) do Detran – PE. Preparadora vocal dos espetáculos teatrais: Carícias, Lágrimas de um Guarda Chuva, Vozes do Recife, As Confrarias, Dorotéia, entre outros. Em paralelo, desenvolve atividades em consultório particular há 27 anos.

 Foto: Juliano Mendes.                             

10440904_10202829736783757_8760449768192142694_n-2Flávia Layme

Fonoaudióloga e professora de técnicas vocais,com Especialização em Voz através da Universidade de Franca-SP; fonoaudióloga do Hospital Otávio de Freitas, desde 1993; professora de Consciência vocal e Técnicas vocais para a cena do CIT – Curso de Interpretação de Teatro do SESC Piedade (2006 a 2011) e SESC Santo Amaro (até a data atual) e trabalha com voz profissional há 16 anos. No teatro, participou da preparação vocal dos atores de vários espetáculos teatrais, tais como, Duas mulheres  em preto e branco (2012), Vestígios (2011); Relações enquadradas (2011), Anjos de fogo e gelo (2009), Três causos de Castro Alves (2008), Fernando e Isaura (2003), Abelardo e Heloísa (2001), entre outros. Ministrou várias oficinas relacionadas à voz do ator, em universidades,  no Janeiro de Grandes Espetáculos; dentro do projeto: Figuras do casamento – Quadrilhas juninas, pela Prefeitura da Cidade do Recife, realizado no Teatro santa Isabel; no Circuito Pernambucano de Artes Cênicas FUNDARPE.  Realiza atendimento fonoaudiólogico (ator, professor, cantor, locutor, dublador, político e outros), no Hospital Otávio de Freitas (SUS), nas unidades de saúde da família USBs, no município de Paulista (SUS) e em Consultório Particular.


Vinicius

Vinícius Vieira

Profissional da maquiagem e visagismo, atuando principalmente nos seguimentos das artes cênicas e de produções audiovisuais. Em 2016, concorreu com produções proeminentes (o musical Raia 30, estrelado pela atriz Cláudia Raia e O Camareiro, com o ator Tarcísio Meira) e venceu, conquistando o Prêmio Cenym do Teatro Nacional na categoria Maquiagem e Visagismo, com o espetáculo O Açougueiro. Além disso, foi indicado ao prêmio APACEPE de Melhor Maquiagem nos anos 2012, 2013 e 2015, respectivamente, sendo contemplado com a premiação em 2014 com o espetáculo Era uma vez um rio. Além de assinar a maquiagem para produções cênicas, o artista também tem experiência docente na formação técnica em maquiagem. Lecionou workshop de Maquiagem Artística na Casa Mecane (2014/2015), ministrou oficina de maquiagem como componente curricular do curso Construtores da Cena, realizado na Secretaria de Cultura de Itiquira-MT (2014).


Renata

Renata Lima

Formação: Licenciatura em Educação Artística / habilitação em Artes Cênicas – Licenciatura em Letras Português/inglês e pós-graduada em teatro infantil.
Professora de Iniciação ao teatro na Universidade Católica de Pernambuco nos anos de 2007 a 2010.  Auxiliar do Professor de teatro no SESC de Casa Amarela, nas turmas de teatro infantil – Iniciação teatral e Teatro avançado. – 2010 e 2011; Auxiliar em gestão de eventos (produção) no SESC de Casa Amarela – 2011 e 2012;Contadora de História – SESC Casa Amarela – para a Educação Infantil – 2011; Projeto MAIS – Teatro para crianças – Trabalho realizado no Hospital das Clínicas (HC) no setor de pediatria;  Oficina de confecção de máscaras para o teatro infantil – Realizado na Universidade Católica de Pernambuco durante a Semana de Literatura Infanto juvenil. 2011.2; Aulas de teatro para crianças de 3 a 6 anos de idade – Local: Espaço 7 – Boa viagem. (2012);  Direção e produção dos espetáculos do grupo de teatro Arremedo. (2012);


1a6 (2)

Viviane Braga

Com experiências em teatro e cinema, a atriz e professora Viviane Braga,  vivencia esta  arte desde 2007, passando pelos cursos de formação do SESC – PE e Licenciatura em Teatro – UFPE. Esteve em temporadas com  espetáculos, como “Relações Enquadradas”, direção Cláudio Lira, Participando de festivais  na RMR e interior do Estado.  Foi co-realizadora do primeiro Workshop de direção de elenco para cinema, destinado a realizadores de audiovisual, em 2016. Participou de oficinas com professores renomados de Pernambuco e de outros Estados (durante o Festival Palco Giratório, 2012, 2013 e 2014) e de países como Colômbia e Chile (Festival Santiago A Mil, 2014).   Guiou exercícios  para  processos  de montagens teatrais para o Grupo Matraca de Teatro e fez a preparação de elenco em cinema para curta-metragens, como Bendik (dir. Luís Távora, 2013) e A Cerca do Nada (dir. Wellinton Bravo, 2016). Realizou projetos de oficinas de teatro com crianças e adolescentes em escolas e ONGs, como o Espaço Criança Esperança – Unesco, em 2015.             


elenita 3

 Elenita Ramos

Atriz,professora e diretora de teatro,formada em pedagogia e pós graduada em psicopedagogia na Instituição FACOL – Faculdade Osman Lins,trabalhou em grupos de teatro como o NUPETE – Núcleo de Pesquisa em Teatro , Sesc Casa Amarela e o grupo MATRACA  em Sesc Piedade, atriz e produtora da Empresa ConsuArte e do Grupo       Cara e Coragem,atualmente trabalha como professora de artes nas escolas públicas e privadas com montagens de peças teatrais com destaque na cidade do Cabo de Santo Agostinho e região desde 2009, possui conhecimento em dança de salão e contemporânea. 


 Curso de Cinema Digital 

Cleiton Costa 2Cleiton Costa.

Formado em Cinema e Audiovisual pela Universidade Federal de Pernambuco. Já ministrou oficinas na área do audiovisual e tem experiência em Direção, Roteiro, Direção de Fotografia e Edição. Premiado no 16º FestCine – Festival de Curtas de Pernambuco – com o curta-metragem Interno. Desenvolve projetos como produtor cultural na área de documentário. Arte-educador através da Secretaria de Saúde do Cabo de Santo Agostinho. Atualmente co-roteiriza o longa-metragem em desenvolvimento Sol – Veredas da Solidão, do cineasta Paulo Caldas. 

 


Foto Leo Leite

Leo Leite   Leo Leite é graduado em Comunicação Social na UFPE. Trabalhou na produção do programa Opinião Pernambuco da TV Universitária em 2008; Idealizou, produziu e apresentou a Série Créditos, uma série de 10 programas semanais sobre os profissionais do cinema, exibido em 2009 na TV Universitária. Dirigiu o filme Control C, Control V que foi semifinalista do festival Claro Curtas 2009”. Dirigiu o filme O eco dos meus passos filmado em 16 mm  em 2011. Foi roteirista e montador do documentário Se tua rua fosse minha; Ministrou a oficina de cinema Realizando em 1 minuto, junto a cineasta Alice Gouveia, em várias cidades do estado de Pernambuco, totalizando mais de 50 oficinas. Foi produtor na Oficina de Imagens; Dirigiu o curta-metragem Musa, vencedor na categoria Melhor ficção no 14º Festcine – Festival de video de Pernambuco em 2012. Foi diretor de fotografia no curta Casamento de Matuto, vencedor na categoria Melhor roteiro no 15º Festcine – Festival de video de Pernambuco em 2013. Atualmente está dirigindo seu primeiro longa-metragem: Foi no Carnaval que Passou.


IMG_0144 - corte (1)

Rayssa Costa.

Graduada em cinema pela Universidade Federal de Pernambuco com especialização na Universidade de Toulouse, na França. Desde o início da graduação, realizou curtas nas funções de produção e direção para fins acadêmicos. Iniciou em 2011 estágios em Produtoras de Pernambuco, nas áreas de produção e produção executiva. Atuando como assistente ou produtora, assina curtas e longas-metragens, assim como séries e programas para televisão exibidos no mercado nacional e internacional. Com experiência na gestão de projetos, busca sempre atualizar seus conhecimentos por meio de cursos, participação em palestras, fóruns e encontros. 

 

 

 


Roberto

Roberto de Brito

 Roberto de Brito é formado em direção cinematográfica pela Escuela de Cine y TV Septima Ars, em Madri, na Espanha. Em 1999, fez seu primeiro curso com o renomado professor de Roteiro Hugo Moss, o que lhe inspirou a trilhar os caminhos da Sétima Arte.  Brito desenvolveu diversas funções em outros filmes na Septima Ars, entre eles estão: assistente de direção, continuísta, diretor de produção, editor de vídeo e áudio, técnico de som. O curta de conclusão de curso desenvolvido por ele, “La Visita”, concorreu a diversos festivais. Além disso, participou na capital espanhola de diversas palestras e workshops com diretores renomados, como Wim Wenders, Pedro Almodóvar, Woody Allen e Ruy Guerra.   Em 2010, realizou em parceria com a produtora Union Comunicação uma série de programas “Viagem pra Copa” – projeto gravado na África do Sul, que apresentava as nove cidades sedes da Copa do Mundo. A produção foi exibida nas afiliadas do SBT do Nordeste, como Pernambuco, Maranhão, Rio Grande do Norte, Piauí e Ceará, entre o período de maio e junho do mesmo ano.   Em janeiro de 2011, integrou o time de professores da Hipérion. Em dezembro do mesmo ano, lançou seu último curta, também, produzido no período em que viveu na Espanha.

 

 

 

 


 

 

 

 

Av Norte, 2608 Sala 4 , Encruzilhada , Recife-PE | Cep: 52041-080